ESCUDO DAS EQUIPES

MANCHETE

Loading...
Pratiquem esporte, mesmo que não competitivamente, pois é saudável e você faz boas amizades, que duram para o resto da vida." (Fernando Scherer)

sexta-feira, 27 de abril de 2012

FUTEBOL NACIONAL


Foto: AFP

Está na hora de virar o jogo de vez. Ricardo Teixeira, até então intocável, caiu na CBF. Menos de dois anos para a Copa 2014, cadê a Seleção Brasileira? O técnico Mano Menezes gira, gira e não acerta o passo. Parece um peru bêbado. Não está encontrando um denominador comum para dar confiança de que realmente o Brasil entrará com um espírito competitivo na tão sonhada competição.
Na minha opinião, seria uma boa apostar em Pep Guardiola. Jovem ainda, coberto de glórias nos últimos tempos por dirigir o Barcelona, da Espanha, poderia significar um marco para a bola nacional. Dia desses, o veterano Pepe (eterno camisa 11 do Santos) esteve no Mesa Redonda, da TV Gazeta, e contou ter feito um estágio junto com Guardiola.
Na conversa, o ex-santista deixou claro que Pep é astuto, estudioso e profundo admirador do futebol brasileiro. Conhecia as escalações dos principais clubes na ponta da língua, além de apontar os pontos fortes e fracos de Santos, Botafogo, Flamengo e outros. Guardiola poderia dar certo sim, principalmente diante da frescura que Muricy Ramalho, Tite, Felipão e até Abel Braga estão fazendo para dizer se aceitam ou não o cargo até 2014.






Caso Oscar

Nenhum comentário:

Postar um comentário